Empresas contábeis são facilitadoras de investimentos no Brasil

Postado em 10/10/2017 – Fonte: Segs – Portal Nacional

Parceria aproxima o setor contábil nacional e empresas estrangeiras

Foi lançado no início deste mês o Projeto Internacional Desk, resultado da união de entidades contábeis nacionais e estrangeiras para intermediação entre empresas daqui e do Exterior com o objetivo de garantir investimentos no País com mais segurança. O projeto começa com o intercâmbio Brasil-Itália com parceria entre o Sindicato das Empresas de Contabilidade e de Assessoramento no Estado de São Paulo (Sescon-SP) e os departamentos de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex), e da Micro, Pequena e Média Indústria (DEMPI), da Federação das Indústrias do Estado do São Paulo (FIESP).

Segundo Marcio Massao Shimomoto, presidente do Sescon-SP, a entidade assinou um acordo e carta de intenções com o Consiglio Nazionale dei Dottori Commercialisti e com o Ordine Commercualisti di Roma, entidades contábeis italianas. Neste primeiro momento, a ação será voltada a empresas e investidores da Itália com interesses no Brasil; em breve, os brasileiros também terão facilitadas as transações na Itália.

“As organizações contábeis brasileiras lidam diariamente com a complexidade tributária do país, que abriga mais de 3,5 mil normas e fomenta uma das inteligências fiscais mais sofisticadas do mundo. O que as empresas querem, sejam elas de qualquer lugar do mundo, é segurança para investir em outros países, crescer e progredir. O objetivo é fazer a intermediação entre elas e as organizações contábeis, que são as protagonistas nesse processo de assessoria e orientação”, explica Shimomoto.

Segundo o Cônsul-Geral da Itália em São Paulo, Michele Pala, existem cerca de mil organizações italianas no Brasil, a maioria no Estado de São Paulo. A expectativa é que esse número aumente. “A hora de investir é agora”. Para o presidente do Consiglio Nazionale dei Dottori Commercialisti, Massimo Miani, “o projeto é um notável trabalho em favor do desenvolvimento das empresas, especialmente das pequenas, que precisam de orientação para investir em outro país”.

A intenção é expandir o serviço e as parcerias a outros países, como Mercosul, Estados Unidos, França, Japão, além de abranger empresas de contabilidade de outros Estados brasileiros por meio da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon).

SOBRE O SESCON-SP E AESCON-SP

Desde 1949, o SESCON-SP e a AESCON-SP (associação do setor) conciliam a prestação de serviços à luta permanente em prol dos interesses dos empreendedores e dos contribuintes brasileiros. Representa quase 18 mil empresas contábeis e mais de 84 mil de assessoramento no estado de São Paulo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email