Fenacon lança Agenda Política e Legislativa

Postado em 28/06/2017 – Fonte: Fenacon – Por: Andreza Figueiredo

Considerado o ano das reformas estruturantes, 2017 tem sido palco de debates sobre as reformas

Considerado o ano das reformas estruturantes, 2017 tem sido palco de debates sobre as reformas da Previdência, Tributária, Trabalhista e Sindical na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Neste cenário, o Sistema Fenacon Sescap/Sescon lançou a quinta edição da sua Agenda Política e Legislativa, uma publicação que reúne mais de 330 projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional e visa a pautar a atuação dos parlamentares sobre temas sensíveis ao setor empresarial brasileiro. O lançamento aconteceu no dia 18 de maio, durante a assembleia do Conselho de Representantes (ACR), evento que reúne presidentes e integrantes dos 37 sindicatos ligados à Federação.

De acordo com o diretor político-parlamentar da Fenacon, Valdir Pietrobon, a entidade acompanha o andamento das proposições e mantém uma interlocução contínua com o Poder Legislativo, debatendo ideias, apresentando proposta e oferecendo sugestões aos parlamentares. “A essência da Agenda é guiar a atuação da Federação com o objetivo de fomentar a atividade empresarial e apoiar a geração de emprego e renda de forma sustentável no país. Felizmente, o trabalho desenvolvido com os deputados e senadores tem resultado no acolhimento de grande parte dos pleitos, demonstrando que são demandas essenciais e prementes para a construção de uma economia eficiente, moderna e competitiva”, destacou.

Segundo o deputado federal Laércio Oliveira (SD-SE), um dos apoiadores da Agenda Legislativa, é fundamental que o poder público contribua para criar um ambiente favorável para a expansão econômica via iniciativa privada. Para isso, o Congresso Nacional deve oferecer condições para que as empresas se mantenham abertas e garantam a geração de empregos. “O empreendedorismo é a melhor alternativa para o progresso de um país. Mas o que se observa são leis anacrônicas e uma burocracia insana. A luta pela modernização do país é de todas as pessoas de bem. Um empreendedorismo saudável e estimulado se traduz na mais eficiente estratégia para um crescimento sustentado, com benefícios disseminados a todos os estratos da sociedade”, avaliou o parlamentar.

Atualmente, os micro e pequenos empreendimentos são responsáveis por mais de 60% dos empregos formais no país. Para proteger esta atividade econômica, o deputado Jorginho Mello (PR-SC), presidente da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa e apoiador da Agenda da Fenacon, ressaltou a necessidade de se aperfeiçoar a legislação constantemente. “Continuaremos a buscar o aprimoramento das leis e a elaboração de projetos para trazer melhorias ao setor econômico do país e à vida das pessoas. É preciso que o Congresso Nacional se aproxime da vida real dos brasileiros, sabendo de suas dificuldades e necessidades para o crescimento econômico da população”, avaliou o deputado.

“No momento em que o Brasil atravessa uma conjuntura econômica desafiadora, o relacionamento entre o Congresso e o setor produtivo ganha ainda mais relevância, principalmente por ser uma ocasião em que os empreendimentos brasileiros precisam de especial atenção do poder público. Por isso o debate propiciado pela Agenda é tão importante, por vocalizar as demandas e reivindicações do setor produtivo brasileiro”, concluiu Pietrobon.

 

A Agenda

A Agenda Política e Legislativa é editada pela Fenacon desde 2013 e apresenta proposições que defendem, entre outros temas, o setor de serviços, o aperfeiçoamento da legislação trabalhista, desburocratização e redução da carga tributária.

A tramitação dos projetos de lei também pode ser acompanhada digitalmente, por meio do aplicativo da Fenacon. O app está disponível para download gratuito nas plataformas Android e iOS. Com o programa instalado no celular, o usuário pode receber notificações sempre que os projetos são atualizados na Câmara e no Senado, além de ter acesso à pauta semanal de votações e ao resultado da semana.

Matéria publicada na Revista Fenacon nº 181. Acompanhe aqui outros destaques.

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email